Latest Tips

Desmontagem e montagem com o retorno dos êmbolos do sistema mecânico do freio de estacionamento e do freio hidráulico

06/29/2021
Desmontagem e montagem com o retorno dos êmbolos do sistema mecânico do freio de estacionamento e do freio hidráulico

Procedimento com Professor Scopino: Troca de discos de freio traseiro do Citroen Jumpy com a aplicação de componentes Hipper Freios com tecnologia Hipper Grinding.

 

Hoje a dica é sobre um utilitário, um veículo de carga e atualmente um dos poucos do mercado brasileiro, após a aposentadoria da “queridinha” brasileira Kombi. Isso mesmo, quando a falta de tecnologia obrigatória em 2014 encerrou a fabricação quase que caseira da Kombi, onde por lei ficou determinado a aplicação de sistemas de segurança como o airbag e o freio com assistência eletrônica – o ABS. Isso abriu espaço para outras montadoras, como o grupo PSA, Peugeot e Citroen, e na dica de hoje, apresentaremos a troca de discos de freio traseiros de uma Citroen Jumpy.

 

Primeiro devemos elevar o veículo, pelo seu eixo traseiro utilizando macaco jacaré e cavaletes de segurança, ou com o uso do elevador de 4 toneladas, em suas laterais. Soltar as rodas traseiras, retirar e já fazer uma análise visual do freio traseiro. Soltar a alavanca de freio de estacionamento e neste momento começa um serviço mais técnico, que necessita de mais ferramentas e conhecimento do reparador automotivo.

 

O sistema de freio traseiro é moderno, utiliza discos de freio e pastilhas, ou seja, é o que é mais utilizado até mesmo na linha premium de veículos, e o freio de estacionamento é na pinça de freio, onde temos dentro de um mesmo circuito os freios de serviço e de estacionamento.

 

Na hora da manutenção, os cuidados são especiais, pois uma intervenção errada vai danificar as pinças de freio traseira.

 

Como funciona: temos dentro do embolo (pistão) um dispositivo roscado, que é o acionamento e ao mesmo tempo ajuste para o freio de estacionamento.

 

Na hora da manutenção, antes de recuar o pistão e sua parte hidráulica, primeiro devemos rosquear, ou recuar, o pistão em relação ao sistema de freio de estacionamento. Portanto, devemos primeiro retirar as pastilhas, soltando o suporte móvel da pinça de freio, abrir o sangrador, e com a ferramenta de recuo (existem kit´s de ferramentas para diversos diâmetros de sistemas) empurrar o pistão e girando ao mesmo tempo, no sentido horário ou anti-horário (no momento do recuo você deve testar para saber qual lado haverá o recuo). Depois desse recuo do sistema de freio de estacionamento, é que devemos, ainda com o sangrador aberto, recuar o pistão com um sargento ou alavanca caso não esteja totalmente recuado.

 

Existe uma posição determinada da face do pistão onde um encaixe da parte traseira da pastilha deve ficar posicionada, e neste caso é em 90 graus em relação à parte móvel da pinça traseira. Após a troca dos discos de freio, sempre lixando e conferindo o cubo de roda, segue-se com a instalação das novas pastilhas, basta acionar várias vezes o pedal de freio, efetuar a sangria, e depois ajustar o freio de estacionamento via cabo, se houver necessidade.

 

COMENTÁRIOS DE REPARADOR PARA REPARADOR:

 

"Neste tipo de serviço, para quem não investe em treinamentos e ferramentas, pode comprometer o sistema. Caso não seguir as recomendações, pode acontecer de quebrar o sistema de acionamento do freio de estacionamento só de forçar o recuo do êmbolo sem antes abrir o sangrador e recuar o sistema de rosca do freio de estacionamento. Um serviço bem feito começa por entender o sistema, ter treinamentos, e ferramentas especiais. Executar de forma correta e ter a garantia de serviço em um sistema de segurança do veículo, ainda mais em um utilitário como a Citroen Jumpy. Portanto valorize a mão de obra sempre!"

 

- Pedro Luiz Scopino

 

HF41D;

20 mm;

Hipper Grinding.

Sign our
Newsletter
Follow the news